Tuesday, November 06, 2007

7º Acampamento Latino-Americano da Juventude



TEATRO

QUINTA-FEIRA - 15/11

Manhã e Tarde: Chegada dos Grupos.

17:00h às 19:00h - Cortejo das Bandeiras com todos os Grupos do Escambo.
Local: Ruas de Tremembé.

SEXTA-FEIRA - 16/11

08:00h às 11:30 - Seminário: O Escambo - Do Cortejo ao Festejo da Cidadania.
Público alvo: Escambistas presentes ao acampamento e interessados.
Local: Casa do Escambo.

15:00h às 17:00h - Intervenções na vivência de Amir Haddad.
Local: Casa do Escambo.

17:00h às 19:00h - Cortejo das Bandeiras com todos os Grupos do Escambo.
Local: Ruas de Tremembé.

SÁBADO - 17/11

08:00h às 11:30 - Seminário: O Escambo - Do Cortejo ao Festejo da Cidadania.
Público alvo: Os escambistas presentes ao acampamento e interessados.
Local: Casa do Escambo.

17:00h às 19:00h - Cortejo das Bandeiras com todos os Grupos do Escambo.
Local: Ruas de Tremembé.

DOMINGO - 18/11

07:30h - Poemas no Abraço ao Mar e avaliação com os participantes.

Coordenação de Teatro
Junio Santos


Grupos Participantes do Escambo

Grupo Ciranduís de Janduís - Espetáculos: “Atu-a-ção” - Um Passo Para o Futuro e “O Fuxiqueiro”.
Brincantes do Sertão de Janduís - Espetáculo de Dança Popular.
Grupo ArteRiso de Umarizal - Espetáculo Circense “Palhaços Pintados”.
Grupo La Troupe de Natal - Espetáculo “A Loja de Chapéu”.
Grupo Sertão Vivo de Carnaúba dos Dantas - Espetáculo "O Mala da Arte".
Cia Artéria de Teatro e Dança de Felipe Guerra - Espetáculo Teatral “Vassourão” e Espetáculo de Dança “Dignidade”.
Grupo Semearte – Espetáculo Teatral “Romeu e Julieta no Nordeste”.
Grupo Soltando a Voz - Com Bana de Percussão e Espetáculo Teatral “As Tramóias de Joãozinho”.
Grupo Flor do Sol - Com o Lixo em Verso em Prosa.
CERVANTES do Brasil - Recital Poético.
Movimento Popular de Teatro de Rua do Recife.
Movimento Popular de Olinda.
Movimento de Reggae.

MÚSICA

PALCO LATINO

QUINTA-FEIRA - 15/11

20:00h - Momento dos Acampados
20:30h - 9mm (Fortaleza-CE)
21:00h - Mafalda Morfina (Fortaleza-CE)
21:30h - Grupo Miraira - Irmãos Fuertes Hermanos (Fortaleza-CE)
22:10h - Rosa de Pedra (Natal-RN)
23:00h - Biquini Cavadão (Rio de Janeiro-RJ)
00:30h - Banda Base (Redonda-CE)

SEXTA-FEIRA - 16/11

20:00h - Momento dos Acampados
20:30h - Companhia de Dança Estrelas da Rua
21:00h - MH2O (Fortaleza-CE)
21:30h - Tom do Ceará e A Cor do Reggae (Redonda-CE)
22:00h - Eliane Brasileiro (Fortaleza-CE)
22:30h - Eletrocactus (Fortaleza-CE)
23:00h - Fernando Ferrer e Orquestra (Santiago de Cuba - Cuba)
00:30h - Green Feeling (Canoa Quebrada-CE)

SÁBADO - 17/11

20:00h - Momento dos Acampados
20:30h - Arte Brasil (Icapuí-CE)
21:00h - Val Xavier (Salgueiro-PE)
21:30h - Banda Coda (Fortaleza-CE)
22:00h - Ray Lima (Mataraca-PB) e Johnson Soares (Fortaleza-CE)
22:30h - Maracatu Vigna Vulgaris (Fortaleza-CE)
23:00h - Arnaldo Antunes (São Paulo-SP)
00:30h - Rebel Lion (Fortaleza-CE)

PALCO DA JUVENTUDE

DOMINGO - 18/11

10:00h - Cidade Roots (Fortaleza-CE)
11:00h - Mil Manias (Icapuí-CE)
12:00h - Louca Mania (Aracati-CE)

TENDA DAS AMÉRICAS

QUINTA-FEIRA (15/11) À SÁBADO (18/11)

23:00h - Reve Latina - Dj Juninho (Fortaleza-CE)

MERCADO DOS PINHÕES Projeto Quinta Cultural (Fortaleza) - Show de Encerramento

QUINTA – 22/11

18:00h - Eliane Brasileiro - Show Mezcla Morena (Fortaleza-CE)

Coordenação de Música
João Altevir Jr.

OFICINAS

SEXTA-FEIRA - 16/11

08:00h às 12:00h - Cultura Corporal - Ecos do Corpo: Do território individual ao universo do coletivo
Responsável: Ednaldo Vieira
Número de participantes: 50 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - Fotografia - Lúdica do olhar - O que vemos pelas lentes da utopia?
Responsável: Henrique José e Adriano
Número de participantes: 20 pessoas
Local: Igreja de São Pedro - Tremembé

08:00h às 12:00h - Brinquedos - Construindo o brinquedo dos sonhos
Responsável: Ghady
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - Artes Plásticas - Pintando com as cores da utopia
Responsável: Mauro Braga
Número de participantes: 15 pessoas
Local: Tenda das Américas

08:00h às 12:00h - Criação Literária e Dramática - Novos Ecos com o Passado em Icapuí
Responsável: Glória Freitas
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

SÁBADO - 17/11

08:00h às 12:00h - Turismo Solidário - "Turismo, Uma Proposta Eco-solidária”
Responsável: Dora Farias
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - Latinid´AIDS - "Exclusão, Luta e Solidariedade”
Responsável: Caiçara
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - Juventude e Descriminalização
Responsável: Renato Roseno
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - Meio Ambiente - "Sem preservação o Planeta vira natureza Morta”.
Responsável: João Alfredo
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - "Rede Latina Americana de Arte e Transformação".
Responsável: CRIA e Fundação Brasil Cidadão
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Pousada Caiçara

08:00h às 12:00h - “Permacultura: Nova relação da sociedade com o planeta?”.
Responsável: Núcleo de Estudos e Práticas Permaculturais do Semi-Árido – NEPPSA.
Número de participantes: 30 pessoas
Local: Tenda das Américas

Coordenação de Oficinas
Ray Lima

EXPOSIÇÕES

QUINTA-FEIRA - 15/11

19:00h - Abertura da Exposição “10 Anos de Acampamento”
Curadoria: Teia Digital
Local: Igreja de São Pedro - Tremembé

19:00h - Lançamento do Livro “Caiçara” - Editora Prêmius - Autor: Fernando Queiroz
Local: Igreja de São Pedro - Tremembé

SEXTA-FEIRA - 16/11

08:00h - Abertura da Exposição “Encantamentos” - Fotografia
Curadoria: Roni Silvade
Local: Pousada Caiçara

08:00h - Abertura da Exposição “Brinquedos do Brasil”
Curadoria: Ghandy
Local: Pousada Caiçara

08:00h - Abertura da Exposição “Cores de Icapuí”
Curadoria: Mauro Braga
Local: Pousada Caiçara

Coordenação de Exposições
Luiz Teixeira

CINEMA

QUINTA-FEIRA - 15/11

19:00h

Cine Zé Sozinho (Documentário, 16min) - Diretor: Adriano Lima.
Vida Maria, (Animação, 8min) - Diretor: Márcio Ramos.
Cine Holiúdy - O Artista Contra o Cabra do Mal (Ficção, 15min) - Diretor: Halder Gomes.
Bota Camisinha (Ficção, 15min) - Diretor: Gerardo Damasceno.
Para sua Namorada Preparar um Strip-tease inesquecível (Ficção, 7min) - Diretor: Beto Besant.

Local: Praça Tremembé

SEXTA-FEIRA - 16/11

19:00h

Canoa Veloz (Documentário, 13min) - Diretor: Tibico Brasil.
Saliva (Ficção, 15min) - Diretor: Esmir Filho.
Final Feliz (Animação, 15min) - Diretor: Cleiton Cafeu.
Tchau Papai (Documentário, 3min) - Diretor: Ricardo Machado.
Águas de Romanza (Ficção, 15min) - Diretores: Patrícia Baía e Gláucia Soares.

Local: Praça Tremembé

SÁBADO – 18/11

19:00h

Patativa do Assaré - Ave e Poesia (Documentário, 78min) - Diretor: Rosemberg Cariry.

Local: Praça Tremembé

Coordenação de Cinema
Adriano Lima

PALESTRAS E DEBATES

QUINTA-FEIRA - 15/11

16:00h - Palestra de Abertura

A América Latina Utópica - Do carnaval de rua de Fortaleza em 1970, do exílio e do retorno ao Brasil no ano de 1995 ao som de Ivete Sangalo no calçadão da Beira Mar - Um relato pessoal de um companheiro.
Palestrante: Companheiro Francisco de Alencar – Professor e Antropólogo

Local: Tenda das Américas

SEXTA-FEIRA - 16/11

14:00h às 15:30h - Os Movimentos da Juventude Utópica
Palestrante: Secretaria Nacional da Juventude
Debatedores: João Paulo (Coordenador Nacional da Juventude do MST), Fórum de Juventude do MERCOSUL, César Wagner (PSICÓLOGO)
Mediador: Vladyson Viana

Local: Tenda das Américas

16:00h às 17:30h - A Utopia na Política
Palestrante: Francisco Pinheiro (Vice-Governador do Estado do Ceará)
Debatedores: Senador Inácio Arruda (PC do B), Renato Roseno (PSOL), Sérgio Novais (PSB), Marcelo Silva (PV)
Mediador: Deputado Estadual Dedé Teixeira ( PT)

Local: Tenda das Américas

SÁBADO - 17/11

14:00h às 15:30h - Meio Ambiente e Projetos de uma Utopia Real
Palestrante: Flávio Montiel (Diretor de Proteção Ambiental do IBAMA)
Debatedores: Pedro Ivo Batista (Ministério do Meio Ambiente), Raimundo Bonfim (Superintendente do IBAMA-CE), João Alfredo (GREENPEACE)
Mediador: Fundação Brasil Cidadão

Local: Tenda das Américas

14:00h às 15:30h - O Respeito à Diversidade, Igualdade e Utopia
Debatedores: André Costa (Presidente da Comissão de Combate à Discriminação Racial e de Defesa das Minorias da OAB-CE, membro da Comissão Nacional de Promoção da Igualdade do Conselho Federal da OAB e ex-Consultor do PNUD). Michele Meira (Assessoria de Diversidade Sexual da Prefeitura Municipal de Fortaleza), Maria Erivanda “Vandinha” (Coordenadora Estadual de Jovens Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da FETRAECE), Representante da Juventude dos Povos Indígenas do Ceará.
Mediadora: Kelly Arruda (Instituto Afirmação de Direitos)

Local: Tenda das Américas

16:00h às 17:30h - A Cultura da Utopia
Palestrante: Auto Filho (Secretário de Cultura do Estado do Ceará)
Participantes: Rosemberg Cariry (Cineasta), Arnaldo Antunes (Compositor e Cantor) e Amir Haddad (Dramaturgo).
Mediador: Pingo de Fortaleza (SOLAR)

Local: Tenda das Américas

Coordenação de Palestras e Debates
Neusa Goya

ESPORTES

QUINTA-FEIRA - 15/11
15:00h - Disponilização ee Espaços Para O Lazer
SEXTA-FEIRA - 16/11
08:00h - Torneios Esportivos
- Espiribol
- Futebol De Praia Feminino
- Volei De Dupla Fem/Masc
- Tenda De Jogos De Mesa (Xadrez, Dama, Dominó, Etc)
Local: Praia de Tremembé

SÁBADO - 17/11
08:00h - Torneios Esportivos
- Futvolei
- Futebol De Praia Masculino
- Tênis De Mesa
- Tenda De Jogos De Mesa (Xadrez, Dama, Dominó, Etc)
Local: Praia de Tremembé
DOMINGO - 18/11
09:00h - I Corrida Rústica da Juventude Latina
Percurso: Quitérias à Tremembé
Coordenação de Esporte
Sérgio Araújo
CONFERÊNCIA REGIONAL DA JUVENTUDE

QUINTA-FEIRA - 15/11

Conferência Regional da Juventude - Construir o Plano Estadual da Juventude

08:00h - Credenciamento
08:30h - Mesa de Abertura
09:00h - Inicio dos trabalhos
12:00h - Almoço dos participantes da Conferência
14:00h - Câmaras Temáticas
16:00h - Plenária Final

Local: Tenda das Américas

Coordenação da Conferência
Vladyson Viana

PROGRAMAÇÃO “ABRAÇO AO MAR”

DOMINGO - 18/11

07:30h - Abraço ao Mar: "Água: A Vida Em Nossas Mãos”.

Local: Praia de Tremembé.

Coordenação do Abraço ao Mar
Fundação Brasil Cidadão e Associação Caiçara

Coordenação dos Acampados
Izelda Medeiros

3 comments:

joabtupac de oliveira said...

DEBATE DE CANDIDATOS A PRESIDÊNCIA NACIONAL DO PT



Olá companheir@s !


Convidamos todos a participarem nesta quinta-feira, 25/10, do Debate entre Candidatos a Presidente Nacional do PT. Nós da Chapa "Um Programa Operário e Socialista - 290" estamos apresentamos a candidatura do companheiro MIRANDA com um programa que expressa a vontade de petistas que querem continuar fiéis á sua classe e aos princípios da fundação do PT, fiéis ao socialismo. Petistas que dedicaram sua vida á construção de uma ferramenta de luta contra a exploração e pelo socialismo. Petistas que lutam para que tenhamos uma sociedade sem explorados e exploradores, uma sociedade aonde a propriedade dos grandes meios de produção seja controlado democraticamente por todo povo.



DEBATE:
Data: 26/10 (sexta-feira)
Horário: 19 horas
Local: Sindicato dos Químicos e Plásticos de São Paulo – Tamandaré 348, Metrô São Joaquim – Bairro Liberdade


Abaixo seguem os textos de apresentação da candidatura do companheiro MIRANDA e a Tese da nossa Chapa "Um Programa Socialista e Operário - 290"


Nosso Site: www.marxismo.org.br



Saudações socialistas!!!


ESQUERDA MARXISTA DO PT

========================]


CONHEÇA O COMPANHEIRO MIRANDA

José Carlos Miranda acredita que o atual Governo de Lula, em coalizão com a burguesia e refém de um congresso corrupto, só pode realizar um programa de direita como está fazendo e levar a mais e maiores crises e à desmoralização dos militantes. São verdadeiros petistas aqueles que se indignam com a intervenção armada da Policia Federal, a pedido do Governo Federal, nas fábricas ocupadas e controladas pelos trabalhadores (CIPLA e Interfibra, em Joinville SC); que lutam contra todas as privatizações (estatais, estradas, Amazônia, eletricidade, telecomunicações, etc.) e em defesa do serviço publico universal e de qualidade; que não aceitam a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista que já começou (PL1987/2007), que rejeitam a idéia de leis que dividam os trabalhadores e o povo brasileiro entre negros e brancos, como as cotas "raciais" e o mal denominado Estatuto da Igualdade Racial; que querem vagas nas universidades publicas para todos, serviços públicos de qualidade para todos, emprego para todos e que só serão possíveis com um autêntico governo dos trabalhadores.

Miranda tem uma história de vida e luta como de milhares de militantes anônimos.

Em 1981, com 15 anos e cursando o SENAI na antiga Rede Ferroviária Federal toma contato com Rafael Martinelli e velhos militantes sindicais ferroviários aderindo á construção do PT e começa a participar de atividades do PT no bairro onde mora em Perus (Zona Norte de São Paulo).

É delegado da oposição sindical ferroviária no I Congresso nacional da CUT em 1984 e em1985 é eleito por unanimidade Presidente do Diretório de Perus. Neste período é uma das principais lideranças do PT na região impulsionando grupos de cultura e movimento populares entre eles o "Fora Lixão". Miranda é metalúrgico da Sofungi quando da vitória de Luiza Erundina, em 1988, e é indicado Administrador Regional de Perus.

Exonerado por Erundina por se manter fiel aos princípios do PT, Miranda volta a trabalhar em fábricas metalúrgicas e milita na oposição sindical metalúrgica. Em 1991 é eleito Secretário de Imprensa da CUT Regional Grande São Paulo principal impulsionadora no país da mobilização "Fora Collor". Em 1993 é delegado fundador e dirigente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT. Em 1994, termina seu mandato na CUT e volta a trabalhar no chão de fábrica, mudando-se para a cidade de Caieiras. Em 1996 é candidato á prefeito e até hoje é do Diretório Municipal.

Como internacionalista participou de conferências internacionais em defesa dos direitos e conquistas dos trabalhadores, contra as guerras e pela paz. Foi eleito para a Direção do DR PT São Paulo, em 2005.

No ultimo período junto com militantes do PT e do movimento negro constituiu o MNS (Movimento Negro Socialista). Miranda é um dos encabeçadores, junto com intelectuais, artistas, sindicalistas e parlamentares, da Carta Aberta ao Congresso Nacional alertando sobre os perigos da aprovação de projetos de lei que têm como base "raças humanas" (Lei das cotas raciais e o chamado Estatuto da Igualdade Racial). É co-autor do livro "Divisões Perigosas", que traz dezenas de artigos fazendo a discussão sobre este tema, onde defende com firmeza o socialismo e a igualdade. Como dirigente da tendência Esquerda Marxista Miranda tem participado ativamente das lutas dos trabalhadores e no último ano ajudou a coordenar a ocupação da metalúrgica Ellen, em São Paulo, para defender os empregos e os direitos dos operários.


======================

Programa Operário e Socialista

Anonymous said...

I CONFERENCIA DE APRESENTAÇÃO DO M. N. S.

RECONHECER UMA NOVA PROPOSTA DIVISÕES PÊSSEGOS

APRESENTAÇÃO

Apois a 2° (segunda), reunião nacional do MNS em SP, nasci uma proposta de desenvolver uma conferência para o reconhecimento do MNS, a nível de Nordeste onde tentaremos descentralizar alguns estado vizinhos para fazer parte da composição desta conferencia onde podem levar para o seu estado a proposta de adequar um “Fórum” permanente no seu estado e desenvolver núcleos de passe para isto vamos compor junto com pessoas que podem ampliar a nossa carta de principio e proposta de programa de ação dar uma visibilidade coletiva para apoiarmos as lutas de classe para desenvolver um programa fixo com um espaço para desenvolver os projetos físicos.
Ampliar para todos os movimentos sociais como ONG.s, sindicato, OCIPE, a associação de bairro, escolas e centros universitários para podermos de bater, uma proposta de coletividade para uma ampliação com todos os setores reconhecer os que estão sem a devida oportunidade e com isto divulgar com coerência o MNS umas novas proposta centra as opressões, estudantis e sindicais desenvolver dentro dos espaços públicos privados um debate de formação social para o combate ao racismo e participar dos planos diretor do estado, município e por que não programa de ação para os nossos governaste a nível nacional, pando visibilidade ao povo negro e maior idade dos jovens no Brasil esta e uma divisão bem perigosa. Ver as possibilidades de ampliar o movimento negro socialista em Pernambuco.














NOSSO OBJETIVO

Reconhecer que os nossos povos vivem ainda sobre a pressão capitalista tendo como objetivo pratico ampliar com o conhecimento de um grupo coletivo para ver onde está a causa da exclusiva, por conta das faltas de oportunidade social e racial como estamos e como podemos criar um movimento de reflexão, o uns está apresentando proposta, para as mulheres negras, liberdade de orientação sexual, saúde da população negra, meio de comunicação, ainda dos jovens negro com isto mostra o mundo do trabalhador, organização sindical meio ambiente, combate ao racismo e a igualdade o eixo da educação precária as denuncias contra a mulher e a menor idade no código penal, por meio de tantas propostas é ver o que as nossas leis nos dar direito dentro do código civil e na nossa constituição federal para isto desenvolver proposta de ação, fiques por projeto de orientação aos jovens que estão nas facetas ociosos por isto oferecer proposta de formação dentro do movimento em parceria com sindicato, ONG.s, Associação e outro ampliar os conhecimentos dos direitos do cidadão desenvolver a cultura da nossa ancestralidade, com coerência, e respeitos as dos outros mostra uma nova proposta com participação de todos que estejam ligado em um Brasil de igualdade racial étnica e social a prover de uma coletiva unida socialmente.




















NOSSA META

Debater uma nova proposta para darmos uma legitimidade ao povo negro com mais oportunidade e deveres coletivo, ampliar um gripo de filiado e sua contribuição por um movimento social e não ficarmos batendo sem rumo, como vivem alguns povos no mundo por isto temo que dar uma legitimidade, para ter um reconhecimento a Norte e Nordestes fazer parte de um movimento onde todos terão voz e voto para se reconhecer nos direito Brasil e no estado de Pernambuco somo cerca de 64% mais como nos reconhecermos isto só depende de nos mesmo.
Por que MNS.
Porque existe uma afinidade a essência entre os militantes do MNS, e os trabalhadores que estão nas fabricas e nas periferias sem perspectiva de nada, isso acontece por que a política do povo é ultrapassada e não ao encontro dos nossos governantes para discutir políticas publicas e de igualdade os políticos chegam na às vezes prioriza ações que não dão visibilidade para uma vertente dentro das comunidades e hoje vão diminuir a sua maior idade, vamos inserir-la para ampliar com proposta coletiva do MNS.

Anonymous said...

I CONFERENCIA DE APRESENTAÇÃO DO M. N. S.

RECONHECER UMA NOVA PROPOSTA DIVISÕES PÊSSEGOS

APRESENTAÇÃO

Apois a 2° (segunda), reunião nacional do MNS em SP, nasci uma proposta de desenvolver uma conferência para o reconhecimento do MNS, a nível de Nordeste onde tentaremos descentralizar alguns estado vizinhos para fazer parte da composição desta conferencia onde podem levar para o seu estado a proposta de adequar um “Fórum” permanente no seu estado e desenvolver núcleos de passe para isto vamos compor junto com pessoas que podem ampliar a nossa carta de principio e proposta de programa de ação dar uma visibilidade coletiva para apoiarmos as lutas de classe para desenvolver um programa fixo com um espaço para desenvolver os projetos físicos.
Ampliar para todos os movimentos sociais como ONG.s, sindicato, OCIPE, a associação de bairro, escolas e centros universitários para podermos de bater, uma proposta de coletividade para uma ampliação com todos os setores reconhecer os que estão sem a devida oportunidade e com isto divulgar com coerência o MNS umas novas proposta centra as opressões, estudantis e sindicais desenvolver dentro dos espaços públicos privados um debate de formação social para o combate ao racismo e participar dos planos diretor do estado, município e por que não programa de ação para os nossos governaste a nível nacional, pando visibilidade ao povo negro e maior idade dos jovens no Brasil esta e uma divisão bem perigosa. Ver as possibilidades de ampliar o movimento negro socialista em Pernambuco.














NOSSO OBJETIVO

Reconhecer que os nossos povos vivem ainda sobre a pressão capitalista tendo como objetivo pratico ampliar com o conhecimento de um grupo coletivo para ver onde está a causa da exclusiva, por conta das faltas de oportunidade social e racial como estamos e como podemos criar um movimento de reflexão, o uns está apresentando proposta, para as mulheres negras, liberdade de orientação sexual, saúde da população negra, meio de comunicação, ainda dos jovens negro com isto mostra o mundo do trabalhador, organização sindical meio ambiente, combate ao racismo e a igualdade o eixo da educação precária as denuncias contra a mulher e a menor idade no código penal, por meio de tantas propostas é ver o que as nossas leis nos dar direito dentro do código civil e na nossa constituição federal para isto desenvolver proposta de ação, fiques por projeto de orientação aos jovens que estão nas facetas ociosos por isto oferecer proposta de formação dentro do movimento em parceria com sindicato, ONG.s, Associação e outro ampliar os conhecimentos dos direitos do cidadão desenvolver a cultura da nossa ancestralidade, com coerência, e respeitos as dos outros mostra uma nova proposta com participação de todos que estejam ligado em um Brasil de igualdade racial étnica e social a prover de uma coletiva unida socialmente.




















NOSSA META

Debater uma nova proposta para darmos uma legitimidade ao povo negro com mais oportunidade e deveres coletivo, ampliar um gripo de filiado e sua contribuição por um movimento social e não ficarmos batendo sem rumo, como vivem alguns povos no mundo por isto temo que dar uma legitimidade, para ter um reconhecimento a Norte e Nordestes fazer parte de um movimento onde todos terão voz e voto para se reconhecer nos direito Brasil e no estado de Pernambuco somo cerca de 64% mais como nos reconhecermos isto só depende de nos mesmo.
Por que MNS.
Porque existe uma afinidade a essência entre os militantes do MNS, e os trabalhadores que estão nas fabricas e nas periferias sem perspectiva de nada, isso acontece por que a política do povo é ultrapassada e não ao encontro dos nossos governantes para discutir políticas publicas e de igualdade os políticos chegam na às vezes prioriza ações que não dão visibilidade para uma vertente dentro das comunidades e hoje vão diminuir a sua maior idade, vamos inserir-la para ampliar com proposta coletiva do MNS.